Brain4child - Acredito em você

Neuroblog

Acredito em você

Ano Novo, Vida Nova!

São muitas propostas de vida, algumas viram promessas, muitas são antigas, reeditadas e nunca cumpridas, outras são inéditas e carregadas de grande motivação. Me atraem as pequenas mas realistas, “nesse ano vou perder 2 kilos”, “vou me exercitar ao menos duas vezes por semana”, causam desconfiança ou chacota as tradicionais, “vou entrar naquela antiga calça jeans”, “não entro mais no especial”, “beber, nunca mais”...

O que na verdade todos nós queremos é de alguma maneira viver melhor, o que muitas vezes significa ser melhor, inspiração que está cravada em nossos genes e permitiu nossa espécie chegar até aqui através de uma longa trajetória de adaptação e luta evolutiva. Sermos melhores talvez seja a razão de estarmos aqui.

Nos dias de hoje muito se fala do homem que destrói, que aniquila, corrompe e mata, talvez por ser politicamente incorreto falar do outro homem, vitorioso nessa longa história de milhões de anos que aqui estamos, domando as adversidades, descobrindo os mistérios do nosso corpo e do mundo em todas as suas dimensões. Foi esquecido o homem que constrói, que descobre, que luta incansavelmente pelos seus direitos, igualdade social e preservação do meio ambiente.

Nesse contexto de superação contínua, seja da nossa espécie, seja de cada um de nós, uma grande ferramenta que se apresenta para a humanidade é o melhor conhecimento do seu cérebro, anunciado no meio científico como a próxima e definitiva fronteira. Uma fronteira cada vez mais perto de nós, graças aos avanços das Neurociências nas duas últimas décadas. Avançamos demais em neurogenética, neuroimagem funcional, neurofisiologia e, sobretudo, no entendimento das bases biológicas do comportamento humano, mas muito ainda estar por vir, e certamente virá, ou você duvida?

Com essa perspectiva, começamos 2009 nossa coluna dominical revendo “as regras do cérebro”, uma série de artigos baseados em evidências científicas de como o cérebro funciona, extraídas do excelente “Brain Rules” do biólogo molecular John Medina da Universidade de Washington, ainda não traduzido para o Português (Pear Press, 2008).

Como e por que o exercício físico melhora a cognição? Por que uma rápida soneca após o almoço potencializa a memória? A atenção e as multitarefas dos dias atuais. Repetir para lembrar ou a nossa memória de curta duração. Lembrar para repetir e a memória de longa duração. As diferenças do cérebro masculino e do feminino. Como a emoção e o estresse interferem no processo de aprendizagem. E muito mais...

Acredite em você!


Temos 14 visitantes e Nenhum membro online